É PRECISO VALORIZAR O TRABALHO E EFETIVAR A IGUALDADE!

  • 1857

    A greve das trabalhadoras têxteis de Nova Iorque em 1857 que reivindicavam a redução da jornada de trabalho, que era de 16 horas diárias, o aumento dos salários e condições de trabalho dignas, surge como a referência histórica mais antiga, associada ao dia 8 de Março.

  • 1910

    Mas, foi em 1910 na II Conferência Internacional das Mulheres, em Copenhaga, que, por proposta da alemã Clara Zetkin, se fixou o 8 de Março como dia de luta internacional, pela conquista de direitos cívicos, políticos, sociais e económicos.

  • 1911

    Realizado pela primeira vez a 19 de Março 1911, o Dia Internacional da Mulher mobilizou mais de 1 milhão de mulheres em diversas cidades da Europa e EUA e nunca mais deixou de ser assinalado como jornada de luta pela igualdade de direitos.

  • 1975

    A ONU fixou 1975 como Ano Internacional da Mulher.

  • 1977

    Em 1977, a Assembleia Geral da ONU consagrou o dia 8 de Março como Dia Internacional da Mulher.

Em Portugal, as mulheres trabalhadoras participaram ativamente na luta contra a exploração, pela conquista de direitos, pela igualdade, pela melhoria das condições de vida e de trabalho e pela liberdade, tendo a sua ação contribuído para o derrube do fascismo e para as conquistas alcançadas com a Revolução do 25 de Abril de 1974.

Anterior
Proxima

Atualmente em Portugal, as mulheres auferem menos 16,7% que os homens para trabalho igual.
Na CGD, apesar dos avanços a nível paritário nos elementos de gerência, o número de mulheres que ascendem a cargos de Direção e Administração é muito reduzido e longe da paridade.
Vamos celebrar o 8 de março prosseguindo a luta por uma sociedade mais igual, mais justa e mais solidária.

“A mulher não é só casa
mulher-loiça, mulher-cama
ela é também mulher-asa,
mulher-força, mulher-chama

E é preciso dizer
dessa antiga condição
a mulher soube trazer
a cabeça e o coração

Trouxe a fábrica ao seu lar
e ordenado à cozinha
e impôs a trabalhar
a razão que sempre tinha

Trabalho não só de parto
mas também de construção
para um filho crescer farto
para um filho crescer são

A posse vai-se acabar
no tempo da liberdade
o que importa é saber estar
juntos em pé de igualdade

Desde que as coisas se tornem
naquilo que a gente quer
é igual dizer meu homem
ou dizer minha mulher”


José Carlos Ary dos Santos