Domingo, 27 de Setembro de 2020

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
CEO DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS DIZ QUE FECHA VENDA DO BANCO EM CABO VERDE “EM BREVE”
2020-08-05
A NAÇÃO
05 Agosto, 2020
 
 
Esta venda da participação social no Banco Comercial do Atlântico estava prevista no plano estratégico da CGD para 2017-2020 negociado com a DGComp de Bruxelas.
 
A venda da participação da Caixa Geral de Depósitos (CGD) no cabo-verdiano Banco Comercial do Atlântico (BCA) “será concluída a breve trecho”, disse o CEO da CGD, Paulo Macedo, na apresentação de resultados do semestre em que o banco viu o lucro cair 41% para 249 milhões de euros.
 
Segundo avança o Jornal Económico, esta venda da participação social no Banco Comercial do Atlântico estava prevista no plano estratégico da CGD para 2017-2020, negociado com a DGComp de Bruxelas, e não significa a saída do capital do banco de Cabo Verde.
 
É que a CGD vai manter a sua presença através do Interatlântico, no qual detém uma participação de 71%.
 
Através do Banco Interatlântico, que detém igualmente em Cabo Verde, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) controla 52,65% do BCA, ao que se soma uma participação própria de 6,76%. Já o Instituto Nacional da Previdência Social de Cabo Verde detém uma participação de 12,54% no BCA.
 
“A alienação do Banco Comercial do Atlântico não prejudica a estratégia da presença internacional da CGD em Cabo Verde, que continuará a ser assegurada através do Banco Interatlântico, que tem origem na transformação da anterior sucursal da CGD em Cabo Verde num banco de direito local”, disse na altura o Governo português no diploma.
 
O Banco Comercial do Atlântico é o maior de Cabo Verde teve lucros de 10,6 milhões de euros em 2019, equivalente a 1,7 milhões de escudos cabo-verdianos.
 
 
C/ Jornal Económico
 
 
 
TopoIr para lista

08_05_anacao